Contexto

São Martinho

É já amanhã (não façam caso escrever isto já depois da meia-noite) que se festeja o São Martinho. Bem, no que me toca, esta festa sempre teve uma celebração engraçada. Desde a primária, passando pelo ciclo, pela secundária e universidade (não esquecendo o tempo que passe na residência lisboeta), sempre festejei o São Martinho. Castanhas quentes à mistura, sempre assadas. Tirando em Lisboa, onde vi algumas cozidas. Poucas. Agora vejo mais, e com sabor a funcho, fruto da minha namorada (as castanhas cozidas, não o funcho). Amanhã não sei o que me espera no trabalho, mas não estou muito confiante. É pena. Até seria giro. Mesmo com uma dor de dentes do caraças, gostava de afiar o meu dente numa castanha saborosa. A ver vamos. Sempre dava para descomprimir.