Contexto

Fajá Grande

Bem, depois de ter experimentado a piscina natural do Boqueirão, foi tempo da minha menina pegar em mim e e no Renault Clio e zarparmos para a costa Oeste da ilha, em direcção à Fajã Grande. Da condução, tirando os desatinos com o ponto de embraiagem, a menina Lissa portou-se bem. Quanto ao trajecto que fizemos, só posso dizer o seguinte: foram 18 kms de pura beleza. Atravessar montes verdejantes, salpicados com hortênsias e vaquinhas, num silêncio que serena é uma experiência única, uma que refresca e tranquiliza. E as cascatas. Meu Deus, são tantas e todas elas magníficas. Mais adiante, relatarei a minha experiência com uma delas. Da Fajã Grande, trouxe boas memórias. Principalmente da água. Quente, como me tinham prometido. Finalmente.

Frases:

Travão de mão engatado, pé no acelerador…tira o pé do travão, mulher!

Ohhh…Tão bonito!

Tantas cascatas!!!

Hey Jude e Hey o camião a vir na nossa direcção

Uii tão quentinha que a água está