Contexto

Açores

Foi no arquipélago das nove ilhas que eu passei as minhas curtíssimas férias. O que posso dizer dos Açores? É fantástico. É outro país, completamente. Senti isso quando lá cheguei e quando regressei ao Porto. Por tudo aquilo que é, os Açores não pertencem a Portugal. Não há sítio no continente que se compare à paz e a à beleza natural e às pessoas tão singularmente genuínas que encontrei lá. E as histórias, caraças, são tantas que tenho receio de vir a deixar alguma de fora. Por isso, vou deixar assim uma lista, com a intenção de a explicar futuramente:

São Miguel

As malas que já iam para as Flores sem nós

Os calafonas e os avec’s

A lagoa das Furnas e os pés que estavam bem quentes no solo

A ribeira de água quente cor de ferro

As águas de vários sabores (todas horríveis)

As vaquinhas

O calor e a chuva que era bem-vinda, mesmo que por segundos

A primeira cascata que vi

Ponta Delgada by night

A Kima maracujá no café central